Digital

O que é maturidade digital e como este índice afeta a compra online no seu site

A maturidade digital é definida por competências digitais das empresas desenvolvidas para impactar e influenciar determinado público a fazer uma compra online. A classificação é feita por maturidade iniciante, básica, madura e expert.

De acordo com a Isobar, que criou com Índice de Maturidade Digital (IMD), apenas 3,7%, do universo de 284 empresas que foram avaliadas em 2019, são expert.

As marcas que atingiram o nível máximo de maturidade digital são as mais queridas pelo público, capazes de transformar fãs em verdadeiros embaixadores da empresa e, consequentemente, os primeiros a fazer uma compra online.

Entre as marcas que estão no topo destas competências estão Nike, Magazine Luiza, Havan, O Boticário e Burger King.

Mas o que estas empresas fizeram para virar expert no mundo digital? Investiram muito no trabalho conciso das equipes de mídia digital aliado ao trabalho de anúncios: os ads.

Então vamos correr e investir em mídia digital! Hum… não é bem assim.

Que o investimento digital tem crescido a passos largos não é novidade. Um estudo da Nielsen mostrou que o investimento anual em mídia digital no Brasil já gira em torno R$ 14,8 bilhões por ano.

O problema é 34% do investimento é desperdiçado em campanhas erradas, com segmentação incorreta e conteúdo que não atinge o objetivo. Ou seja, R$5 bilhões por ano vão para o lixo.

Por isso, não basta investir em mídia digital para atingir a maturidade digital da sua empresa e conquistar o sonhado aumento  em compra online. É preciso aliar o planejamento de ads a estratégias corretas, de acordo com o perfil e momento digital de cada empresa.

Mas como eu sei em que momento estou e o que devo fazer para melhorar as compras online na minha empresa? É o que vamos explicar agora:

Como atingir um maior índice de maturidade digital e influenciar o cliente a fazer  compras online no seu site?

As empresas brasileiras ainda têm um grau de maturidade muito baixo ao se avaliar as ferramentas digitais. A causa pode ser inexperiência, desconhecimento de ferramentas e estratégia ou até mesmo medo de arriscar no mundo digital.

E estar no mundo digital é um caminho sem volta. Afinal, de acordo com dados do Google, de 10 brasileiros, 7 estão conectados na internet e nas redes sociais. No país 67% da população tem smartphone. E mais, nós passamos mais de 9h por dia conectados. Por isso a possibilidade que um usuário faça uma compra online é muito grande.

É por isso que a migração para o mundo online se tornou natural e necessária.

É importante entender também o que o Índice de Maturidade Digital leva em consideração:

– a presença e interação das marcas no Facebook e no Instagram;
– tipo de perfil;
– número de seguidores;
– número de postagens;
– abertura e frequência de utilização do perfil;
– engajamento (posts promovidos ou não).

Ou seja, todos estes itens devem ser analisados na hora de executar ações online.

Nesse cenário, o Inbound Marketing se torna a base para toda a estratégia de marketing digital. Afinal, a produção de conteúdos exclusivos e pertinentes, que interessem para seu persona, vai nortear todo o trabalho de anúncios e promoções.

Quais estratégias devo usar para atingir a maturidade digital e convencer o internauta a fazer uma compra online?

Antes de partir para a produção, é preciso fazer um planejamento e um estudo preciso da sua empresa.

Comece desenhando  a missão da sua empresa, definindo quem é o público-alvo, o que seu persona quer na hora de escolher um produto ou serviço e, principalmente, o que ele espera das marcas com as quais se relaciona na hora de fazer a compra online.

A partir desta percepção é possível definir os canais onde a equipe de conteúdo e marketing digital irá investir suas energias.

Este passo da estratégia é muito importante, afinal de que adianta ter um perfil no Twitter, por exemplo, se a plataforma não tem nada a ver com a imagem da marca, ou pior, se o seu persona não está nesta rede social. Ou seja, o perfil vai parecer uma cidade abandonada.

Estabelecido os caminhos a serem seguidos, agora é a hora da execução. Cada rede social e canal de comunicação exige uma linguagem apropriada, como foco naquele público específico.

Por exemplo, o Linkedin é uma rede de contatos profissionais, por isso requer uma linguagem mais “business”. Por outro lado, o Instagram é mais leve, podendo ter uma pegada mais de bate-papo.

Já o site e o blog precisam de uma atenção ainda mais especial. Aqui entram as técnicas de SEO, como a de atribuir palavras-chave relacionadas à sua marca para aumentar a probabilidade dos internautas acharem a sua empresa no Google ou em qualquer outro buscador.

Temos uma matéria, publicada no Blog da Mali, damos mais dicas sobre as técnicas de SEO, você pode conferir neste link.

Agora sim, fiz conteúdo exclusivo, personalizado e específico para cada canal da minha empresa. Vou com certeza atingir a maturidade digital, certo?

Na realidade este é apenas o começo até seu persona realizar uma compra online. Com o trabalho sendo executado, é preciso mensurar os resultados, analisando o que deu certo e o que pode ser melhorado.

Com os resultados em mãos é hora de voltar ao planejamento e definir os próximos passos. Mas de novo? Sim, de novo, este é um círculo de trabalho nunca acaba.

Mas nem todas as marcas têm a resiliência de persistir no trabalho digital, como mostra o estudo da BGC, realizado em parceria com a Google. Apenas 15% das empresas conseguem acompanhar o engajamento dos consumidores nos múltiplos canais e persistem no trabalho digital.


Por isso, se você quer ser referência na sua área, ter sua marca reconhecida no meio digital, avalie cada mensuração de resultados e refaça o planejamento quantas vezes for preciso para aprimorar o conteúdo.

Trabalhe sempre com vários olhares, pela ótica interna, da empresa, ou seja, pelos planos, estratégias, processos e tecnologias que ela adota. Avalie também quem está de fora, o consumidor, por meio da percepção e experiência digital, imagem e feedback que ele oferece sobre sua marca.

O trabalho é a longo prazo, mas os louros podem ser colhidos ao longo do caminho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *